Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

30 de novembro de 2010

TECLA SAP


Minha "ajudante" é ótima, pena que não sabe limpar a casa, nem lavar roupa, nem passar roupa, nem lavar louça direito, cozinha "malemá".... mas nunca me roubou e nem faltou!

Vocês já ouviram algo assim, no meu caso é a mais pura verdade.

A minha casa nunca está limpa como eu gostaria, a roupa sempre tem algo a desejar, e obviamente, eu faria tudo muito melhor, SE EU QUISESSE!

Mas eu não quero! Nunca quero, aliás, ô servicinho imbecil!

Você varre a casa hoje, amanhã tem que varrer de novo, lava a louça agora... daqui a meia hora, tem que lavar de novo.

Então, a partir do momento que deu, eu tive empregada. Para dizer bem a verdade, eu seria capaz de trabalhar de vendedora de porta em porta e ganhar 600 reais e ainda pagaria R$540,00 para a empregada e seria feliz!

Mas elas dão um trabalhão!

Outro dia, eu louca no trabalho, ela liga desesperada!

- Dona Maela, pelamordideus, quebrô o pareiii dos minino!

- Calma mulher, fala devagar que nada entendí!

- O parei!!! Tá quebrado!!!

- Aparelho??????

- Isso!!!!!

- Que aparelho mulher?? O DVD??? O playstation???


- Não Dona Maela, o pareio!!! Quebrô! Tá ino água pá tudo lado!

- Água????????????? ( mas eu nem lembrava de ter aquaplay em casa??? )

- E inda a água tá azul por causa da preda!! O caninho ditrais tava pôdi!

- Você está me assustando!! Você usou muito produto químico, não é possível!!! Azul como??????Podre??? Se acalma e me fala, em que lugar da casa isso está acontecendo????

- Craro qui no banhero dus minino!!! O pareio tá vazano água e como é daquela caxa na paredi, a sinhora colocô a preda pra ficá com cheirinho, aquela azul e agora vazô água azul no chão todo!

Para quem ainda não entendeu segue a tradução :


Pôdi = podre ( a conexão da caixa acoplada com a privada )

 Pareio = privada

Preda = desodorizador sanitário



Alguém me manda a Rosie!!!!!

 


2 comentários:

Monte Verde MG disse...

Eu tinha uns 19 anos, trabalhava de dia e estudava a noite.
Um dia ao sair do trabalho resolvi passar em casa (morava com meus pais em São Paulo)ao chegar em plena hora do jantar não havia ninguém em casa, só a empregada.
Perguntei aonde estavam meus pais e minha irmã.
"Sua irmã bateu o carro embaixo da ponte que vai para a cidade e seus pais foram prá lá"
Resultado, não fui a aula e fiquei esperando...
Ela tinha dado uma batidinha embaixo da ponte da Cidade Universitária...

Rick disse...

Maela:

Kkkkkkkkkkkkkkk
Final de noite perfeito com essa leitura!

Bjs! :p