Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

24 de fevereiro de 2014

O mergulho e o tubarão negro.




Resolvemos fazer scuba.

Eu só havia mergulhado com cilindro em água doce e no raso, uma coisa bem principiante.

Assistimos um vídeo aula e fomos diretamente para o mar com a equipe, que eram 2 caras ( Mr. G e Mr. K) , sendo que o Mr. G ficou com um pessoal do Canadá e o Mr. K ficou conosco.

Fotos de West Side Scuba Centre, Bridgetown
Foto do MR. K ( funcionário do West Side Scuba Centre ) é cortesia do TripAdvisor


O primeiro a entrar no mar foi o o Théo, o que me deixou angustiada, pois ele não estava muito a fim de fazer, foi convencido por nós e ele tinha um certo medo.

Mas ele ficou bem.

Depois o Thiago, o Bob e fiquei por último.

Pesos colocados, Mr. K foi descer com um por vez, de novo na mesma ordem.. eu por último.

Fiquei surpresa ao ver que o caçula estava se saindo tão bem.

Na minha vez eu achei que estava tendo um ataque de pânico, pois eu não conseguia respirar direito e comecei a achar que tinha água na minha máscara... e tinha. Minha máscara estava quebrada.

Ficou todo mundo lá no fundo, vendo peixinhos e eu na superfície, esperando o Mr. K pegar outra máscara para mim no barco.

Descemos, estávamos aprendendo a compensar a pressão e descer cada vez mais.

Nadamos até o primeiro navio naufragado e neste momento o Mr. K pega na minha mão e me faz sinal para soltar  o bocal por onde eu respirava ( do meu cilindro ) e usar o bocal auxiliar dele.

Eu obedeci sem entender e a partir deste momento, fiquei o tempo todo de mãos dadas com ele, nadando com ele e respirando do mesmo cilindro que ele.

E ele me mostrou coisas incríveis, colocou um ouriço enorme na minha mão ( medo ) , fez umas argolas de ar ( igual fazem nos desenhos animados com fumaça ), me fez tocar em corais que se escondiam imediatamente assim que eu encostava neles, me fez apertar um que parecia uma esponja e outro que parecia um cérebro.

Me mostrou anêmonas, moréias e raias e um peixe que parecia pedra.

Me mostrou peixes camuflados na areia.

E passou rapidinho, logo tivemos que voltar para o barco.

Ao emergimos o Mr. K explica que eu tive azar mesmo.

Além da máscara ter quebrado, o meu cilindro, que deveria estar cheio, havia baixado drasticamente a quantidade de ar e como não havia outro no barco, ele ficou dividindo o ar dele comigo.

Ao subirmos no barco ( todas as pessoas, inclusive os canadenses e Mr. G ), Bob pergunta, em alto e bom tom :

- Deixa eu ver se entendi direito. Você nos isola no fundo do mar e fica sozinho com minha mulher. Você a deixa sem fôlego, fica respirando o mesmo ar que ela, nada de mãozinha dada pegando peixinho, colocou um negócio grande e marrom na mão dela e tudo isso na frente dos meus filhos!!!!! Acho que tinha um tubarão negro no meu mergulho.

Todo mundo caiu na gargalhada.

Mr. K entrou na brincadeira e disse :

- Pensei que você ia se distrair com as crianças, quase deu tempo de fugir......

E o Théo diz ( em português, ainda bem ) :

- Pai, se cuida!! O negão quer roubar a mamãe!!!!!



17 de fevereiro de 2014

Banho caro.


Primeiro dia de férias.

Estávamos nós no hotel e meu filho mais novo achando injusto ter banheira apenas no meu banheiro.

- Você deixa eu tomar banho na sua banheira?

- Eu deixo mas só de vez em quando, vocês fazem uma bagunça, nunca lembram de puxar descarga, deixam a toalha no chão, molham tudo, etc...

- Tá... já sei. Posso agora?

- Pode.

Depois de quase uma hora, justamente quando eu ia bater na porta sinto o cheiro....

Forte....

Bem forte....

Do meu shampoo CARO PARA CARAMBA DA L´OCCITANE.



Nisso ele abre a porta.

- O QUE VOCÊ FEZ COM MEU SHAMPOO?????????

- Que shampoo? Eu não lavei o cabelo, só usei a espuminha de banho.

Eu corri até a banheira e constatei que ele virou dentro da banheira quase todo o vidro de shampoo.

Tive um chilique monstro.

Foi tão descomedido que tive que pedir milhões de desculpas e permitir que ele tomasse banho todos os dias no meu banheiro como compensação.

PS : E tive que usar o shampoo do hotel....., por isso preparem-se para fotos com cabelos bandidos... ou estão presos ou armados.

7 de fevereiro de 2014

Volta ao mundo em 80 drinks


Minha "sis" me disse hoje que tenho pele de bebê porque eu a conservo com vinho.

Já fui acusada de fígado total-flex ( tenho culpa se todo mundo fica bêbado primeiro do que eu? ) e de ter 2 fígados ( dificilmente fico de ressaca ).

Hoje vendo este quadro de ilustrações mostrando as bebidas ao redor do mundo, vou dizer para vocês que desconheço ( exatamente ) 69% do que tem abaixo.

E tiro 2 conclusões :

1 - Quem fez estas ilustrações não gosta de vinho ( nem fez bem sua pesquisa justamente por conta disso ) .

2- Uhauhauahu deixaram os argentinos sem álcool!









3 de fevereiro de 2014

Inveja de qual cor?


Minha amiga estava na praia comigo e postou uma foto no Facebook.

Quase instantaneamente veio o comentário de uma amiga dela " ai que inveja, mas é inveja branca viu!"...

Pra começar, inveja branca, rosa, azul, arco-íris é o cacete, isso não existe, inveja é inveja mesmo, igual a preta ou marrom fezes.

Vou explicar o que é inveja, porque as pessoas confundem os conceitos.

Quando você queria fazer ou ter aquilo que a pessoa está fazendo/possuindo ( tirar férias, passear na praia, comprar carro, etc ) isso é COBIÇA.

Se o desejo for enorme, desmedido, pode ser GANÂNCIA ( termo que não é só para dinheiro  ).

Agora a INVEJA é você desejar que a pessoa NÃO TENHA ou NÃO FAÇA o que está tendo ou possuindo.

Quando você diz que tem inveja de alguém, você diz que gostaria que a pessoa deixasse de estar na praia, que deixasse de estar feliz, que deixasse de possuir o carro novo, que deixasse de ter um corpão...

E não necessariamente que você quisesse possuir estas coisas, o seu prazer seria que a pessoa não tivesse.

Por isso a inveja costuma ser um sentimento escondido, mesquinho e não declarado.

Portanto, vivam a sua vida e corram atrás do que é seu. E vamos parar com esta frase idiotinha.