Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

14 de março de 2013

Pílula do dia seguinte - Modo de usar


Estou conversando com várias amigas descasadas. E elas não estão prontas para muita coisa, uma delas é sexo sem compromisso ou "amigo pica".

Nestas conversas descobri que uma amiga não conhecia o Postinor e se ela não conhece talvez outras não conheçam, por isso, vamos falar sobre a pílula do dia seguinte.

Quem não tem parceiro fixo, deve usar a camisinha, todo mundo sabe.

Mas e se furar? E se mesmo sem furar, você tem medo de engravidar?

Se você faz sexo frequentemente, tome a pílula comum, ou coloque implante, DIU, adesivo, injeção  e NUNCA CONTE ao(s) indivíduo(s), pois para os homens você contar que toma pílula é o mesmo que dizer "estou topando sexo sem proteção".

Agora se você não faz sexo frequentemente, recomendo o uso da pílula do dia seguinte, seguindo as seguintes regras :

Ela não é abortiva, prestem bem atenção nisso, se o embrião já estiver instalado a pílula não funciona. Só funciona muito bem se ingerida logo após da transa ( ou antes dela, se você não quer ter um filho daquele mané nem se sua cria salvasse o planeta ), após 24 horas a % de eficácia cai para 85% e menos de 60% em 48 horas. Mas depois de ter ingerido a pílula você estará "protegida" por 72 horas, ou seja, se vai passar o fim de semana com o gato, só precisa tomar a pílula uma vez.

Não tome mais de uma vez por mês, o total de hormônio ingerido é quase igual a meia cartela de pílula de baixa dosagem, vai te dar baixa libido, queda de cabelo, pele oleosa, desregular o período menstrual e aumentar a possibilidade de ela não funcionar.

Teoricamente qualquer pessoa pode tomar, nunca pedem receita na farmácia, mas pessoas hipertensas, com histórico de trombose na família devem consultar um médico antes.

Os efeitos colaterais são sangramento e provável TPM.

E não esqueçam, ela não previne DST, use camisinha!!!!

Nenhum comentário: