Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

20 de novembro de 2012

Born this way


Este esqueleto é de um branco, preto ou amarelo? 
Seria de um gay?


Não acho este feriado correto.

Sou contra as cotas. Acho ridículas. A educação no ensino público tem que ser excelente, não criar cotas para cor da pele. 

E principalmente sou contra o preconceito.

E este tipo de cotas e feriados, na minha opinião só reforça o preconceito e não ensina nada sobre respeito.

Mas isso ensina...


Meu irmão branco.
Quando nasci eu era negro.
Quando cresci eu era negro.
Quando apanho sol, eu fico negro.
Quando estou com frio, eu fico negro.
Quando estou com medo eu fico negro.
Quando estou doente, eu fico negro.
Quando perco a coragem eu fico negro.
Quando morrer, eu ficarei negro.
E você Homem branco.
Quando nasceu, era rosa.
Quando cresceu, era branco.
Quando apanha sol, fica vermelho.
Quando tem frio, fica roxo.
Quando está com medo, fica branco.
Quando está doente, fica verde.
Quando perde a coragem, fica amarelo.
Quando morrer ficará branco.
Depois de tudo isto Homem branco, você ainda tem a coragem de me chamar Homem de cor?




5 comentários:

Mirella de Oliveira disse...

Maela,

Penso EXATAMENTE como você!

Beijo beijo beijo :)

Maela disse...

Que bom!!!!!

Bjs mil

Elisa disse...

De acordo, garota!

E achei FANTÁSTICO o vídeo!!!!!

Katia Pereira Martineli disse...

Concordo plenamente...
adorei o vídeo e o texto...
Bjos

Maela disse...

Fiquei pasma ao descobrir que tramita um projeto de lei para cotas nos serviços públicos.
Onde isso vai parar???