Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

17 de agosto de 2011

REFEIÇÃO PARA O REI DA CASA



ELA estava fazendo lasanha e maionese... era domingo.

TODO domingo era isso, porque ELE assim queria.

Eu resolvi ajudá-la na cozinha.

- Porque você não coloca maçã na maionese? Fica uma delícia!

- Ahh eu adoro, mas ELE não gosta.

Continuei picando a cebola, quando fui colocar na maionese ELA fala :

- Nãoooooooo! Tem que picar mais, é quase ralada sabe? É assim que ELE gosta.

Piquei ainda mais.

Coloquei sal, peguei a pimenta do reino e ELA diz :

- Não pode! ELE não gosta.

Terminei de temperar a salada e ELA diz :

- Tem que amassar a batata, virar quase um purê.. e a cenoura também.

Amassei, ainda sem dizer nada.

Abri a lata de ervilhas coloquei e mexi.

ELA olha para a maionese e diz :

- Ai meu Deus, você colocou ervilhas?

- Sim.... a lata estava aqui do lado.

- Não era para colocar em tudo, eu iria fazer um pratinho separado para meu caçula que gosta muito de ervilhas. ELE não gosta.

Engoli minha raiva, ELA era mais velha que minha mãe, o que eu poderia dizer a ELA que o meu olhar já não tinha deixado claro?

Sentamos na sala de jantar. ELA não.

ELE estava desde as 11 da manhã tomando cerveja com gelo e ficou na sala.

Quando estávamos terminando o almoço, ELE chega.

ELA corre, pega o prato e coloca comida para ELE.

ELE olha com desdém para o prato e ainda em pé dá uma garfada na maionese e põe na boca.

Imediatamente cospe um ervilha.

- ELA, porque você fez isso comigo???????

Jogou o prato no chão e voltou para a sala.

Eu fui atrás.

- Vai catar aquela merda que você fez!

- Como?

- Seu imbecil arrogante, vá agora catar aquela merda!

- ELA, olha como esta menina está falando comigo.

- Seu inútil, até para falar comigo você precisa da ELA?

Nisso ELA me diz :

- Deixa.... ELE vai ficar com raiva, e a pressão sobe, sabe como é...

Saí da casa, fui até o canil e voltei com a tigela do Rex. Peguei a comida do chão, coloquei na tigela e empurrei no colo dele.

- Na minha casa, quem tem raiva é cachorro, e ele come é na tigela!  Agora a corrente para a escrava eu não achei, mas você deve ter um chicote escondido em algum lugar.

E não voltei nunca mais, por mais que eu gostasse do filho dela.

10 comentários:

Camila Monteiro disse...

Acho que eu faria o mesmo, pelamordedeus que inferno de vida ELA deve viver ao lado de uma pessoa assim. Deu pena dela.

Duda disse...

Eh.. para cada sádico há 1 masoquista!

Michele P. disse...

Na minha opinião a culpa é toda dela, que deixou que a situação chegasse neste ponto. Tenho uma tia assim... o marido pintava e bordava, inclusive com agressões físicas. Um dia em que veio a minha casa, eu o vi agredindo-a verbalmente, comprei a briga apresentando a ele a Lei Maria da Penha e um boletim de ocorrência. Nunca mais aconteceu.
Tem mulher que merece, sabe?

Adorei o texto.
Bjs

Jackie disse...

Me deu até dor de estomago...

Eu tinha no máximo 12 anos e acampava com minha família em um camping no Rio. Passeando de bicicleta vi um aglomerado de pessoas olhando para uma cena em uma das barracas. Era um homem estapeando, puxando o cabelo da mulher. E eu olhava a cena e não entendia porque os adultos não se manifestavam, ou ajudavam a pobre.
Perguntei em voz alta: Ninguém vai fazer nada, não? E alguém me responde a celébre e triste frase: Em briga de marido e mulher, não se mete a colher...Fiquei tão indignada, que comecei a gritar, gritar não, berrar: Ei covardão, para de bater nela. Covarde!!!Covarde!!! Vou chamar a políciaaaa Todo mundo ficou me olhando como se eu fosse um ET, uma menina louca se metendo em assuntos adultos. E o agressor com ódio no olhar veio meio que na minha direção puxando a mulher pelos cabelos... A platéia finalmente resolveu impedir e uns começaram a gritar e 2 homens foram separar a briga. Saí dali correndo com minha bicicleta, enjoada e nervosa.
Foi há 1000 anos atrás mas me lembro perfeitamente que eu jurei que homem nenhum me agrediria, seja físicamente ou em palavras. Estou fiel à minha promessa, mas conheço vários casos de mulheres abusadas que não reagem, mesmo sendo independentes...É triste!

noossaaa escrevi muito! rsrsrs

beijo

Bia disse...

Pelamordedeus me fala que vc inventou essa história só pra ilustrar a situação, né?
Me deu até nervoso.

Natália Santos disse...

O sangue sumiu agora.
Oxe, aqui em casa nem cachorro eu quero com raiva...marr menino.

A culpa é toda DELA,que criou ELE assim!

Anônimo disse...

Eu conheço gente de "se dá" essa desculpa..."vai ficar com raiva, e a pressão sobe, sabe como é...". Enquanto isso o outro faz o que quer. Absurdo!

Mari.

Lidiane Lemos disse...

QUE RAIVA! MAS AINDA TEM MUITA MULHER ASSIM, QUE TRATA O MARIDO COMO REI E SE COLOCA EM DÉCIMO LUGAR, QUE NEM TEM CORAGEM DE DIZER QUE NUNCA CHEGOU PERTO DE UM ORGASMO. ME DÁ NOS NERVOS!

Maela disse...

Deu raiva não é meninas?

Mas Bia, infelizmente ocorreu.

Como faz muuuuiiitttooo tempo, conto o santo.

Era a mãe e pai de um ex namorado.

Vi coisas horrendas.

Foi o pior homem que conheci na vida.

O filho dele não era como pai, mas era como a mãe e como não sou sádica desisti.

Culpa dela, culpa dele, sei que isso faz uns 14 anos e ainda estão juntos.

E concordo com a Duda, para cada sádico há um masoquista.

Aime disse...

Poutz.... Se tem algo que me deixa a beira de um ataque de nervos é a desculpa do masoquista para sua inércia "ele tem pressão alta", "ele está doente", "ele está velho"....
MAS PERAÍ, pra fazer essas putarias do caralho ele não está nada disso?!
Pra mim velho, doente ou com pressão alta não é passaporte pra destratar ou humilhar ninguém...
Mas acho sim que mulheres assim MERECEM o chicote estalando no lombo....
POrque gostam, vejo aqui na família do Felipe, meu sogro é um grosso em alguns momentos, e a desculpa pra inércia, pra falta de atitude e posicionamento da minha sogra é "ele tá doente, tá tomando até ansiolítico"....
Como se isso fosse desculpa pras atitudes.... Doente de cú é rola..

Não tolero agressões verbais, ese partir pra física, é bo me matar, me deixar inerte no chão e sumir, porque se eu levantar acabo com a vida do cabra macho... hahahahaha

Ainda cheguei a ouvir da minha sogra uma vez que ela poderia ter agido diferente no começo, mas que muitas vezes a "gente" escolhe deixar passar... Olhei pra ela e falei "essa foi uma ESCOLHA sua, não é a minha, não preciso nem vou tolerar nada pra mim"

Fica aqui minha revolta com mulheres inertes, com a doença do pobre de mim, do sou vitima da vida!