Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

20 de agosto de 2009

Gente pequena que só mira o próprio rabo


Eu tenho facilidade em conhecer pessoas. Falo muito, sorrio para as pessoas e assim crio vínculos.
Acontece que também atraio pessoas indesejadas. Vampiros por natureza, que sugam sua energia. Desejam o que vc tem, o que vc é, não imaginam que isso resulta de trabalho, reforma íntima, estudo e sim de sorte que elas não tem e desejariam muito que vc não tivesse. É... inveja continua sendo uma merda.
Outro tipo são os ocupados com o próprio rabo, sabe aquele indivíduo que pergunta e não escuta a resposta? Que fala, fala, fala e quando vc vai comentar muda de assunto? Que já fez um monte de merda na vida, mas sobe num palanque para dar palestra de bom exemplo? Para mim é um dos piores tipos!
Não vou me prolongar muito mais em falar delas e sim em como se livrar delas!
1) Dê evasivas, se a pessoa te ligar, diga que está com um probleminha ( dando janta p/ filho, com visita em casa, entrando no banho, ect ) e vai ter que desligar e que daqui a pouco liga... e NÃO LIGUE.
2) Se aparecer na sua casa ( sim, eles aparecem, sem avisar ), comece a espirrar e tossir dizendo que está muito doente ( ou com cólicas ) e tem que deitar, ou então, diz.. poxa, eu estava de saída, que pena... e saia, vá até a padaria, farmácia, sei -lá onde só p/ se livrar do pentelho.
3) Toda a vez que a pessoa tentar marcar algo, já tenha na cabeça um desculpa para não ir, eu tenho uma lista : Aniversário da minha avó, festa na escola dos meus filhos, reunião do centro espírita, coquetel da loja da minha amiga, reunião de condominio do prédio, trabalho acumulado que levei para casa, reunião com cliente que vem de Vitória, etc...
4) Se não der certo, o sitocômetro da pessoa for ausente, DIGA A VERDADE, que vc percebeu que não tem muitas afinidades com a pessoa, e que não tem mais interesse em manter vínculos e por favor, não diga "a gente se fala", pq não é o que vc quer né????
Parece rude, mas a vida é curta para criarmos laços com pessoas que não nos acrescenta em nada, tenho amigos formidáveis e cheios de defeitos como eu, mas não sou obrigada a conviver com pessoas que não curto, se for para fazer teatro, já basta com os parentes pentelhos, que não tem como evitar!

Nenhum comentário: