Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

4 de dezembro de 2012

Dou 1 boi para não entrar numa briga e uma boiada para não sair dela


Nem sei se já falei sobre isso, mas é o que tem pra hoje...rs.

Tem gente que adora uma briga.

Eu evito.

Normalmente tenho uma tolerância elástica.

Me lembro de ter brigado ( de sair no braço mesmo ) uma vez na vida, e na verdade me defendendo da menina que me bateu.

Eu tinha 11 anos e somos amigas até hoje.

Não lembro o motivo da briga, mas acho que era na época da música "Sílvia" do Camisa de Vênus e ela tinha uma tia com este nome... eu acho.

Mas quando alguém pisa no meu calo repetidas vezes, ou enfia uma faca até o talo, eu sofro. Por algumas horas. Talvez uma noite insone e depois DELETO.

Não é como se ela morresse,pois morro de saudades de quem já se foi.

É como apagar mesmo. A pessoa some dos meus pensamentos, deixa de existir.

Não importa quantas memórias boas esta pessoa pode ter deixado na minha vida, não vou me lembrar mais disso.

Eu nunca chorei por ex-namorado ( acho que também porque fui eu quem terminei meus namoros ) e dependendo do motivo, se me chateou ao extremo... apago.

Agora estou passando por este processo novamente, de deletar alguém da minha vida.

As pessoas ficam preocupadas, me perguntam como esta pessoa pôde fazer isso, se estou sofrendo.

E ficam chocadas quando eu digo que não, pois o que eu tinha que me chatear foi quando eu descobri a maldade, mas agora, não me importo mais.

E que venha o processo.

Mas que vai ser uma briga boa isso vai!

Pois a única coisa que me segurava, que era o afeto, se esvaiu, do dia para noite e eu não sinto mais nada.

Nem raiva, nem pena.

3 comentários:

Mirella de Oliveira disse...

Um dia eu chego nesse nível de maturidade, Maela. Que linda essa economia de energida vital!!

Um dia chego lá...
Tô bem longe ainda (mas já estive mais.)

Beijos admirados.

Elisa disse...

Melhor que seja assim, Má. Gasta-se muita energia querendo/sentindo o mal pelos/dos outros. Então melhor deixar pra lá. Não é pra ser 'de ferro', mas tb de que adianta prolongar a mágoa, né? Tô contigo! Beijo!

Maela disse...

Não é mesmo Elisa? Vamos expurgar estes sentimentos ruins!

E Mi, vc chega lá lindona!