Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

24 de abril de 2012

O show que eu não vi.


Final de janeiro e meu irmão me intima : "Vamos juntos no Roger Waters?"

Eu nunca fui a um show com o Fábio... pera, eu fui sim, em um que estava megalotado ( acho que era Rita Lee e Paralamas ) e nos separamos , foi chato.

Mas Pink Floyd era praticamente a canção de ninar de nossa casa, já que temos pais ripongas.

E este show/filme/dvd eu já havia visto muitas vezes, portanto, eu disse "É claro".

A primeira etapa foi conseguir ingressos melhores.

Meu irmão tinha comprado com a turma da excursão ( meu irmão mora no interior e o show foi em São Paulo ).

Depois reservei hotel, para que a gente não tivesse que dirigir cansados ou bebinhos até Santos.

O show foi dia 1/4. Um belo domingão.

E meu sábado foi um lixo.

Roberto pegou minha virose e o Théo ficou com bronquite.

As 5 da manhã do domingo, após ter passado metade da noite em claro, percebi que o show tinha acabado para mim. Eu não iria vê-lo.

Liguei para meu irmão e pedi que ele viesse para Santos para pegar os ingressos, pelo menos ELE não iria perder o show.

E ele perdeu o ônibus que iria para Santos porque o pneu do carro furou.

Mas Bob insistiu para eu ir, disse que ele estava melhor e que se eu medicasse o Théo tudo daria certo.

Eram 10 da manhã e eu estava no pronto socorro, fazendo raio-x do pulmão do Théo e pegando receita de prednisolona.

As duas da tarde vi que tudo estava sob controle lá em casa e fui para Sampa.

Fiz check-in no hotel e esperando Fábio, Marcelo e Alexandra.

Alexandra deu o cano ( novidade....... ), Marcelo se atrapalhou com o horário e foi direto para o show ( novidade....... 2 ) e Fábio chegou!

Almoçamos tardiamente e fomos fazer o esquenta a base de Jack Daniel´s.

E como sempre, a conversa rolou.

Como é bom conversar com Fábio!

Inteligente, com humor ácido... parece a irmã dele! kkkkkkk

E quando nos demos conta... tinha sobrado apenas 1/4 da garrafa e faltava apenas 1 hora para começar o show.

Saímos correndo, pegamos um taxi no susto e fomos para o Morumbi.

Tentamos entrar na área vip, demos risada, tomamos cerveja e achamos um lugar para sentar.

E o show começa... e eu durmo.

Mas durmo maravilhosamente bem, encostada no ombro do Fábio.

Quando deu o intervalo, o Fábio me acorda :

"_ Má estamos passados..... o show é lento.. vou acabar dormindo também, vamos embora enquanto o taxi custa apenas 20 reais e não 200?"

E fomos.

Demos risada a volta toda.

Chegamos a conclusão que somos mais divertidos do que show internacional de rock.

Alguns dias depois abro o Facebook vejo esta pérola :


"Roger Waters....... é você????"

2 comentários:

Michele Pupo disse...

Que medo do Anônimo! kkkkkkkkkkkkkk


Quanto ao teu irmão, caraca! Ele parece o Bono! kkkk


Beijos

Maela disse...

Deletei o anônimo, tinha me esquecido dele


Meu irmão vai amar "se achar" o bono! kkkkk