Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

22 de março de 2012

Eu e a minha boca grande...


Eu estava jogando tênis.

Só para ilustrar, meu nível é... sem nível.

Comecei a ter a aulas faz 3 anos, sendo que ano passado eu não fiz aulas e voltei neste mês.

Bem, voltando para a aula, que normalmente é feita com 3 pessoas, desta vez ficou eu e o Fulano.

Fulano é feio, barrigudinho, baixinho, mas tem um cargo público importante.

E o cara "se acha".

A aula funciona assim, você tem que aprender a controlar a bola, devolve-la na mão do professor .

Mas fulano queria "matar o ponto" e jogava a bola propositalmente longe e com força, como se estivesse em um jogo, ( e também para não ter que correr).

No fim da aula joguei contra o Fulano. ( OI, nem era um jogo de verdade.... era só treininho de 10 minutos de fim de aula ).

E ele começou perdendo e uma mulher....

Faz idéia do ódio do Fulano? Fulano ficou puto!!!!

Começou a dar porradas, usou todas as técnicas que ele conhecia, para não perder.

Mas não ERA um jogo, e sim uma aula, você tem que se lembrar de tudo o que o professor corrigiu e colocar em prática. E um jogo dura muito mais do que 10 minutos.

Mas Fulano saiu da quadra como se tivesse vencido em Wimbledon.

Eu fiquei batendo papo com a professora, e quando eu finalmente fui embora o Fulano estava mais a frente, conversando com outro cara....

- Sabe, esta aula não está para o meu nível, preciso de desafios.

Eu deveria ter ficado quieta.....

- Oi fulano, o primeiro milho é dos pintos, se quiser jogar, mas um jogo mesmo, não bater bolinha, chegue mais cedo na semana que vem, ok?

Agora quero ver se a minha técnica vai acompanhar a minha língua.

E se nada der certo, talvez eu faça como a moça abaixo fez em Wimbledon.. kkkk

2 comentários:

Michele disse...

Maela

Acho que é por isso que me identifico tanto com você: nós perdemos a língua, mas nunca a voz!!! hahaha


Beijos

Duda disse...

Q BABACA!!!!
Bem q vc fez, tomara q c toque!! #semnoçao