Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

26 de abril de 2011

PROVOCAÇÕES VIA TEXTO


Ontem eu estava lembrando de coisas do século passado... a minha faculdade!

Isso foi 1990!

Ninguém tinha celular ( era caro... muito caro ) e o que era muito interessante, porque você tinha que adivinhar em qual balada/boteco/festa que "o cara" estaria.

Também não existia MSN, nem twitter, nem torpedos, portanto.... eram bilhetes mesmo.

Logo que entrei na faculdade, estava noiva, em uma péssima relação vai e volta de 8 anos.

Neste meio tempo conheci um cara super bacana na faculdade, e como ambos tínhamos teoricamente alguém, viramos "amigos".

E durante meses trocamos bilhetes.

Em classe.

Nas aulas de sábado.

Nunca telefones, só bilhetes.

No começo coisas bobas, tipo.. "Onde você foi neste fim de semana?"

Depois confissões "Meu noivo brigou comigo de novo, ciúmes do meu irmão"

Depois... bem, a coisa ficou pessoal com "pensei em você"

E mais pessoal.."sonhei com você"


E por fim caiu na safadeza mesmo com "pensei em você naquela hora ou sonhei com você fazendo aquilo"


Um belo dia dei um pé na bunda do noivo e fui para a faculdade muito mal intencionada!

Não deu namoro, até porque descobri que ele era muito melhor escrevendo!

Mas o papeizinhos voadores foram a melhor coisa do 1º ano da faculdade!

5 comentários:

Rick disse...

Rs...

A melhor frase:

"Não deu namoro, até porque descobri que ele era muito melhor escrevendo!"

Pobre coitado...
Kkkkkkkkk...

♪♪Junio♪♪ disse...

sinto saudades msm de muita coisa que passou...mas por um lado não teríamos blog né há males que vem para o bem!!!

Hasta luego!!!

Anônimo disse...

Mas os bilhetinhos rolam até hoje em salas de aula... e quem sofre são os professores, que percebem a troca de papéis e não podem saber o conteúdo deles. Já marquei uma viagem através de bilhetinhos, e deu certo, a pessoa em questão não era bom só escrevendo não... rs.

NADA A VER COM NADA... a foto (linda) que ilustra o post me causa agonia, por essa gota que está prestes a entrar no nariz dela, Ai! Eca, rs.

Lara.

Maela disse...

KKKKKKKKKKK verdade Lara, deu até agonia agora!

Junior é verdade, só conseguimos escrever porque vivemos! Obrigada pela visita.

Rick, eu já te disse, eu sou MÁ.. ela, não Boela!

Aime Chiquini disse...

MUITO bom o post.
Quer saber? nao sei o que teria sido da minha vida amorosa sem tecnologia!!!!!!
certeza q ha essas horas ainda estaria solteira!!! hahahahah