Se quiser receber as postagens por email, assine aí!

15 de outubro de 2013

Vida de bailarina


Para quem não sabe fui professora de ballet e de dança contemporânea ( AKA jazz ).

Eu comecei aos 14 anos, com uma classe de "guardinhas/patrulheiros", meninas de 15 anos, mais velhas que eu, mas que nunca tiveram a oportunidade de fazer ballet por falta de dinheiro.

Fui ganhando outras classes e meu ápice foi quando fiz um festival de dança só meu e de minhas alunas.

Dei aulas por 10 anos e tenho o orgulho de dizer que formei algumas professoras.

Mas nada se compra com estes últimos 2 meses.

No fim de agosto fui ao teatro assistir esta ex-aluna que é professora ( e era minha vizinha ) e lá estavam outras 2 que também foram minhas alunas.

Ao terminar eu fui ao palco dar os parabéns a todas.

A dona da academia ( minha ex-aluna, que eu não tinha contato ), aos prantos me abraçou e agradeceu por eu ter dado a ela a oportunidade de aprender a dançar.

Chorei muito, de alegria e saudades.

Hoje eu ganhei esta homenagem ( imagem acima ), da minha vizinha, me agradecendo pela vida de bailarina.

Eu, em outro mundo, outra atividade, estou aqui chorando pela dança e pelas minhas crianças, que marcaram meu primeiro trabalho, com muito amor.

Feliz dia dos professores para todos.

4 comentários:

Michele Pupo disse...

Bonita história, Má! Não sabia dela. Parabéns pela data.

Mirella de Oliveira disse...

Que história mais linda, Ma! Eu não sabia! Emocionei! rs

Então...

FELIZ DIA DOS PROFESSORES!! VOCÊ É UMA MULHER QUE ADMIRO MUITO E SABE DISSO! BEIJÃO

Camila Monteiro disse...

A profissão mais linda do mundo e a mais ignorada tb!

Parabéns para você!

eu tentei dar aulas e desisti, porque provavelmente um dia mataria algum daqueles adolescentes malditos!

O Gato do Balaio disse...

Olha, eu tinha alunas até que boazinhas.... mas meu irmão dá aulas... coitado